Emagrecer saudável e duradouro

Saude 212 visitas 2 Comentarios

Para todos os que lêem este artigo com o objectivo de encontrar a forma mágica de como emagrecer rápido, isso não existe!

Os cuidados com a alimentação são fundamentais para emagrecer.

Perder peso é uma preocupação cada vez mais comum na rotina agitada dos dias.

A obesidade é uma doença perigosa, com elevados riscos para a nossa saúde: hipertensão arterial, problemas cardíacos, diabetes, entre outras patologias que afectam o nosso bem-estar físico e a nossa felicidade.

Nesse sentido, e sobretudo, quando se avistam os primeiros raios de sol, a preocupação com as “gordurinhas” que ao longo do inverno, os compridos casacos de inverno escondiam, vêm ao de cima mais do que nunca.

Não é novidade que, para qualquer pessoa com o objectivo de perder peso, a palavra calorias cause logo arrepios na espinha. Contudo, não há necessidade disso.

A fórmula é simples: se o objectivo é emagrecer, deve ingerir menos calorias que aquelas que gasta. Deste modo, quando o seu organismo necessitar da energia que não irá receber através da alimentação, recorre às reservas de gordura.

Aí, o que irá acontecer é o mesmo que acontecia com a borracha dos seus tempos de escola: quanto mais é utilizada, mais diminui de tamanho.

Emagrecer saudável

Sabia que…?

Um quilo de gordura corporal aproximadamente 7700 calorias. Isto significa que, para perder 0,5kg por semana, tem que haver um défice energético (de calorias) diário de 500 calorias.

Tal pode ser obtido através da restrição alimentar, ou seja, consumindo menos 500 calorias do que as necessidades energéticas diárias, ou conjugando uma alimentação mais equilibrada e saudável com a actividade física – desta forma é bastante mais fácil atingir o défice energético desejado.

Consumir 100 calorias acima das suas necessidades diariamente vai fazer com que ao final de ano ganhe cerca de 5kg. Note ainda que, por exemplo, ½ bolacha digestiva (que parece tão inocente!) possui cerca de 100 calorias, pelo que não é muito difícil que tal aconteça.

Deste modo, torna-se evidente que pequenas mudanças nos hábitos alimentares fazem uma grande diferença no “resultado final”.

4.6 (92.22%) 18 votos

2 Comentários
  1. Branca

    | Responder

    Já tive uns quilos a mais, mas nunca entrei em dietas loucas!

  2. Gil

    | Responder

    Tudo com conta peso e medida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cozinha

Como congelar os alimentos

Alguns alimentos simplesmente não resistem à acção do frio e têm o sabor, textura e propriedades nutricionais alterados.   Dicas de congelamento – Congele tudo absolutamente frio – Dê prioridade aos alimentos que estragam

mais   1274