Carlos Beirão Da Veiga E Outros Especialistas Citam As Tendências Das Redes Sociais Para 2023

16 visitas Comentar
Carlos Beirão Da Veiga E Outros Especialistas Citam As Tendências Das Redes Sociais Para 2023 1

À medida que as empresas entram em 2023, estas estudam o comportamento do cliente e constroem estratégias de marketing baseadas no comportamento do público em constante evolução. Os clientes continuam a comportar-se de uma forma que as empresas inteligentes devem seguir. Eles permanecem exigentes, ansiosos por aprender mais sobre produtos ou serviços.

O especialista em marketing Carlos Beirão da Veiga aconselha os seus clientes a elaborarem cuidadosamente as suas mensagens. Ele gere a agência portuguesa de marketing Da Veiga Consulting e, em 2023, diz que o conteúdo deve ser totalmente transparente.

“As empresas podem criar conteúdo que impulsione uma mensagem de vendas ou criar conteúdo que envolva os consumidores e crie conexões”, diz Beirão da Veiga. “Em 2023, as empresas devem concentrar os seus esforços nas redes sociais para a criação de consciência da marca em vez de na geração de leads.”

Beirão da Veiga cria campanhas de marketing para empresas de todos os portes e indústrias na Da Veiga Consulting. Natural de Portugal, Beirão da Veiga presta serviços de marketing a várias empresas em Portugal, Brasil, Argentina e Chile.    

Carlos Beirão Da Veiga E Julie Atherton Abraçam Novas Estratégias Nas Redes Sociais Para 2023

Os profissionais de marketing têm de ser minuciosos em 2023, criando comunicações mais específicas que ajudem na criação de uma comunidade. O Digital Marketing Institute consultou nove especialistas em marketing digital sobre as tendências de marketing mais importantes para 2023 e publicaram os resultados no seu site. Especialistas, incluindo a autora Julie Atherton, acreditam que as mídias sociais impulsionarão o sucesso das empresas em 2023. 

Atherton disse ao Instituto: “Haverá uma demarcação clara entre as empresas que capacitam e apoiam as suas equipas na construção de uma relação com o cliente nas redes sociais e aquelas que veem o social como outro canal para impulsionar as mensagens de vendas.”

TikTok, a plataforma de redes sociais para a partilha de vídeos curtos, continua a evoluir e a dominar. Esta tendência não deverá mudar em 2023. O TikTok saturou rapidamente o cenário das redes sociais. O Business of Apps informou que a aplicação atingiu um número impressionante de 8 bilhões de usuários ativos mensais em 2022.

Carlos Beirao da Veiga está satisfeito com a recente decisão do TikTok de oferecer ferramentas de negócios mais fáceis de utilizar em 2023. A melhoria do painel de publicidade, em específico, torna-o muito útil para as empresas.

“As novas opções de segmentação para anúncios que o TikTok agora oferece permitem que as empresas comuniquem de melhor forma o que os seus serviços ou produtos têm de especial”, afirma.  

As Redes Sociais Continuam A Evoluir E A Adicionar Novos Intervenientes

Alison Battisby, fundadora da Avocado Social, disse ao Digital Marketing Institute que as redes sociais estavam a revelar uma tendência de descentralização, um fenómeno que promete continuar em 2023. Esta mudança oferece aos profissionais de marketing a capacidade de refinarem o seu conteúdo e direcionarem-no para públicos específicos.

Battisby disse ao Digital Marketing Institute: “Algumas das novas e empolgantes plataformas que existem atualmente incluem o Mastodon, cujo número de downloads aumentou drasticamente… esta é uma ferramenta interessante porque é construída pelas massas.” 

Mastodon autodenomina-se a “rede social que não está à venda.” A plataforma não opera com algoritmos ou reprodução de anúncios.

Outros meios de comunicação social irão estrear em 2023. O fundador do Twitter, Jack Dorsey, está a trabalhar no BlueSky, uma infraestrutura e não uma plataforma. A empresa de Dorsey descreveu-o como “uma nova forma de os usuários se exprimirem online que dá aos criadores independência das plataformas, aos desenvolvedores liberdade para crescer, e aos utilizadores uma escolha sobre a sua experiência”.

“Deve ser interessante testar esta plataforma, e outras, em 2023”, diz Carlos Beirão da Veiga.

Assim Como Outros Especialistas, Carlos Beirão Da Veiga Diz Que O Conteúdo Valioso É Perene

No relatório do Digital Marketing Institute para as tendências de 2023, os autores consultaram Neal Schaffer, especialista em redes sociais, que revelou que os profissionais de marketing se começam a concentrar na qualidade e não quantidade do seu conteúdo.

“Graças ao Covid, a cultura das redes sociais baseia-se agora no conteúdo e não no número de seguidores, no que atualmente se chama “mídia recomendada””, disse Schaffer no relatório. “Acredito que isso impulsiona ainda mais as marcas a trabalharem com influenciadores e criadores de conteúdo.”

As empresas continuam a contratar criadores de conteúdo e a fazer parcerias com marcas para criarem mais ligações através do conteúdo. Este movimento alivia os desafios que as empresas experimentam ao produzir conteúdo internamente. Como há uma necessidade constante de criar conteúdo valioso, os criadores de conteúdo podem concentrar-se nas mensagens de uma marca para encontrar públicos num mundo ocupado e cheio de distrações.

Em 2023, a filosofia global entre as empresas é ser cirurgicamente estratégica nas suas comunicações. Ainda assim, o Content Marketing Institute descobriu que, embora 78% dos profissionais de marketing gerem conteúdo estratégico, apenas um pouco mais da metade mantém uma estratégia de conteúdo documentada para tornar as mensagens da sua marca consistentes. Seria sensato que as empresas se concentrassem sobretudo numa estratégia de conteúdo clara.  

Em 2023, um ótimo conteúdo pode fazer conexões e construir comunidades. Os clientes continuam interessados no valor e no ethos das marcas, pelo que as empresas devem elaborar cuidadosamente as suas mensagens para se ligarem com sucesso ao público. 

Kate Toon, fundadora da Stay Tooned, resumiu o mundo do marketing pós-Covid no relatório do Digital Marketing Institute. É tudo sobre conexões.

“Embora as redes sociais e o marketing por e-mail ainda tenham o seu lugar, para mim, são as comunidades que atualmente impulsionam a maioria das minhas vendas”, disse Toon. “As pessoas procuram uma comunidade. Elas querem alcançar e obter apoio de outros seres humanos.”

3.9 / 5. Votos: 17

No votes so far! Be the first to rate this post.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *